We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue to use this website, we will assume that you agree to the use of cookies.

HIGHLIGHTS - READ THE TALES

Acreditem se quiser

Written by: Hans Christian Andersen

Janeiro

Written by: Hans Christian Andersen

Fevereiro

Written by: Hans Christian Andersen

Março

Written by: Hans Christian Andersen

Abril

Written by: Hans Christian Andersen

Maio

Written by: Hans Christian Andersen

Pequenas pinturas, poucas palavras, muitas leituras

Written by: Hans Christian Andersen

A Pequena Sereia

Written by: Hans Christian Andersen

Os Sapatos Vermelhos

Written by: Hans Christian Andersen

O Valente Soldado de Chumbo

Written by: Hans Christian Andersen

O Patinho Feio

Written by: Hans Christian Andersen

Acreditem se quiser

Written by: Hans Christian Andersen

Synthesis

Caros leitores em tempos de Coronavirus, quando tantas notícias nos deixam inseguros e confusos, esse conto pode ilustrar o momento que vivemos! Sobre o conto "Acreditem se quiser!" foi publicado pela primeira vez em 5 de abril de 1852, como parte da Primeira coleção de Contos (1852). Posteriormente aparece (fevereiro de 1853) em A Poet's Day Dreams. Reeditado em (30 de abril de 1855) compondo a nova coletânea de contos(1855). Nova edição em (30 de março de 1863) na coleção Fairy Tales and Stories.

Written by: Prof. Dra. Ana Maria Langkild

Janeiro

Written by: Hans Christian Andersen

Synthesis

Esse é o mês para pagar contas e, ao mesmo tempo, no Brasil é um mês de férias. Assim as pessoas facilmente se endividam, razão pela qual o mês vinha com uma mala cheia de dívidas.

Written by: Prof. Dra. Ana Maria Langkild

Fevereiro

Written by: Hans Christian Andersen

Synthesis

Mês do carnaval das folias e das alegrias. Pouco compromisso com o trabalho. Ainda se vive o clima de feriados, de férias, de aproveitar a vida.

Written by: Prof. Dra. Ana Maria Langkild

Março

Written by: Hans Christian Andersen

Synthesis

Depois disso vem o mês da quaresma. As pessoas jejuam, mas não todas. Tempo de espiritualidade. Seriedade. Por isso a cor preta e as flores lilás. Vale lembrar que faz frio na Dinamarca.

Written by: Prof. Dra. Ana Maria Langkild

Abril

Written by: Hans Christian Andersen

Synthesis

O mês da mentira, mas o mês que acena com feriados, os da Páscoa! Muitas pessoas planejam viagens para esses dias. Mas aqui, vale lembrar a Dinamarca, há também a oscilação do clima, tanto podemos ter horas de calor, quanto de frio, dai a dualidade presente no texto.

Written by: Prof. Dra. Ana Maria Langkild

Maio

Written by: Hans Christian Andersen

Synthesis

Tudo muda porque das árvores começam a brotar pequenos rebentos que transformar-se-ão em folhas e posteriormente em flores. As florestas, as ruas, as praças se revestem de cor e de cheiros, por essa razão as pessoas gostam de estar ao ar livre e não trancadas em casas. A natureza deve ser aplaudida, não as pessoas, pois essas devem apreciar o que a natureza oferece.

Written by: Prof. Dra. Ana Maria Langkild

Pequenas pinturas, poucas palavras, muitas leituras

Written by: Hans Christian Andersen

Synthesis

Caros leitores, foi um prazer muito grande compartilhar essa obra com vocês. Ficamos extremamente sensibilizados com o número de seguidores que tivemos, com a incrível quantidade de comentários, críticas e envolvimento que pudemos perceber. Chegamos ao final. Esta foi a última noite. Muito embora esse livro tenha sido muito bem recebido pela crítica, H. C. Andersen nunca mais se aventurou em novos experimentos desse mesmo tipo. Escreveu ainda muito. Particularmente, considero esse livro uma de suas obras primas. Aos contos de fadas, histórias, romances, peças para o teatro, poesia e relatos de viagem dedicou seu tempo. A primeira edição veio em 1839 (em 1840 na capa aparece o título) com apenas 20 noites, a 2ª edição em 1845 era composta por 31 noites e a terceira e última edição em 1854, como parte do Volume 7 da coletânea de sua obra, inclui mais duas noites totalizando as 33 noites. Algumas noites haviam sido publicadas em almanaques e revistas antes de serem impressas nos livros mencionados.

Written by: Prof. Dra. Ana Maria Langkild

A Pequena Sereia

Written by: Hans Christian Andersen

Synthesis

O tema novamente é o amor. O amor puro, desinteressado. Um amor feito para doar, sem egoísmos. Quem ama se doa e quer fazer o sujeito de seu amor feliz, mesmo às custas de seu sofrimento. Essa é uma interpretação livre de Ana Maria Langkilde sobre o tema do conto. Leia você também este conto e compartilhe!

Written by: Prof. Dra. Ana Maria Langkilde

Os Sapatos Vermelhos

Written by: Hans Christian Andersen

Synthesis

Quando a mãe de Karen faleceu, ela foi adotada por uma senhora muito rica que cuidou dela como se fosse sua verdadeira filha. Fazia-lhe todos os gostos e vontades. Karen tornou-se uma menina mimada e vaidosa. Tudo que ela pedia para sua mãe, era-lhe concedido. Assim Karen queria substituir seus velhos sapatos vermelhos, por novos dignos de uma princesa. Assim foi feito. Karen ficou muito feliz. O que aconteceu dai para frente vocês saberão lendo o conto. Essa é uma interpretação livre de Ana Maria Langkilde sobre o tema do conto. Leia você também este conto e compartilhe!

Written by: Prof. Dra. Ana Maria Langkild

O Valente Soldado de Chumbo

Written by: Hans Christian Andersen

Synthesis

Apesar de ter apenas uma perna ele fazia tudo o que seus outros companheiros podiam fazer. Era alegre e vivia feliz. Ele encontrou o amor, em uma bailarina. Ela podia dançar, rodopiar, ele não mas, eles se amavam. Um dia ele caiu no fogo da lareira e derreteu, porque era de chumbo, mas uma pequena parte de seu corpo ficou intacta, na forma de um coração. Essa é uma interpretação livre de Ana Maria Langkilde sobre o tema do conto. Leia você também este conto e compartilhe!

Written by: Prof. Dra. Ana Maria Langkilde

O Patinho Feio

Written by: Hans Christian Andersen

| |

Synthesis

O conto “ O Patinho Feio” nada mais é que uma reflexão sobre quem somos. O patinho não se transforma em um cisne porque ele sempre foi um cisne, apenas não se reconhecia como tal. Essa é uma interpretação livre de Ana Maria Langkilde sobre o tema do conto. Leia você também este conto e compartilhe!

Written by: Prof. Dra. Ana Maria Langkild

Who was
Hans Christian Andersen?

"My life is a beautiful fairytale, rich and wonderfully happy."

O escritor dinamarquês Hans Christian Andersen nasceu no dia 2 de abril de 1805 em Odense na Dinamarca. Como o próprio Andersen afirmava, sua vida era um conto de fadas e muitos dos acontecimentos que vivenciou marcaram sua vida e sua obra. Aqui você vai conhecer um pouco da vida e obra deste fantástico autor.

News